01 de Agosto de 2009

Esta semana recebi por email a divulgação de um projecto que está a ser realizado por uma ONG Brasileira: trata-se do Projecto Wikimapa. Esta divulgação chegou a mim através do Luiz Portilho, que desempenha a função de assistente de conteúdo do Projecto Wikimapa, no Programa Rede Jovem (ONG Comunitas).

Segundo o Luiz, este projecto pretende georeferênciar escolas, postos de saúde, ONG’s e comércio local, que por norma não são referênciados nos mapas tradicionais. Trata-se de um mapa virtual e está a ser desenvolvido sob a plataforma Wiki. Ainda segundo o Luiz, a grande diferença deste projecto é «o aplicativo móvel desenvolvido para que uma pessoa faça o mapeamento através de um telemóvel equipado com GPS».

Como surgiu e o seu objectivo

O Programa Rede Jovem, da ONG Comunitas, criada pela ex-primeira dama e socióloga Ruth Cardoso, acaba de lançar o Projeto Wikimapa. O objetivo do projeto é criar um mapa virtual de comunidades de baixa renda, a partir do mapeamento de locais de interesse público, como hospitais, escolas, comércios, ONGs, praças, quadras esportivas, atividades culturais, entre outras, além de ruas informais ainda não mapeadas pelos serviços de pesquisa e visualização de mapas na internet. Para isso, serão utilizados os recursos da tecnologia móvel, aliada ao uso do GPS e do serviço Google Maps.

A estrutura

O wikimapa, como o próprio nome sugere, é uma ferramenta criada sob o conceito colaborativo, aberta a participação de todos para a consulta, edição e mapeamento de diferentes locais em qualquer lugar do Brasil e do mundo. O projeto conta com duas frentes de atuação: um website (www.wikimapa.org.br) e um aplicativo mobile, por meio do qual é possível mapear diferentes locais através do celular.

A metodologia

Com foco no mapeamento de comunidades de baixa renda, para a fase piloto do projeto foram selecionadas cinco comunidades cariocas: Complexo do Alemão, Cidade de Deus, Morro do Pavão-pavãozinho, Morro Santa Marta e o Complexo da Maré. Em cada uma dessas localidades um jovem morador, denominado wiki-repórter, munido de um celular equipado com o aplicativo mobile Wikimapa, GPS, internet e câmeras de foto e vídeo, é responsável pelo mapeamento local, inserindo informações sobre serviços oferecidos e locais de freqüência pública, com dados históricos e registros audiovisuais de cada local mapeado.

Os cinco mapeadores participam de uma gincana, que pode ser acompanhada pelo site do projeto e pelo blog diário, alimentado pelos participantes (www.blog.wikimapa.org.br) com relatos sobre as experiências, e concorrem, ao final de seis meses, a uma bolsa de estudos para o curso superior de comunicação.

A divulgação

O sistema Wikimapa é integrado com outras ferramentas sociais para hospedagem de fotos e vídeos e serviços de micro blogs (twitter.com/wikimapa) onde os novos mapeamentos são notificados para seus seguidores em tempo real.

Interessados de qualquer parte do Brasil e do mundo, com ou sem um celular equipado com GPS e conexão à internet, podem participar do Wikimapa mapeando novos locais e editar pontos já mapeados, em qualquer que seja sua vizinhança. O download do aplicativo pode ser realizado gratuitamente pelo site do projeto, que conta também, com uma versão para celular.

 

publicado por Madeira às 19:52

Related Posts with Thumbnails
pesquisar
 
Revista FOSSGIS Brasil
arquivos
2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


comentários recentes
Eu so tenho o quantum gis instalada mais os passos...
José Carlos, quais das experiencias é que utilizas...
Bom dia,Fiz a experiência e deu os resultados espe...
Caro Luis Carlos MadeiraNeste momento estou com um...
Bom diaPrecisava de ajuda numa questão, se fosse p...
subscrever feeds